Dicas para fazer aventurinhas com as crianças nas férias

DSC_2445-Editar

18 jul Dicas para fazer aventurinhas com as crianças nas férias

Bebel Barros é engenheira florestal e Mestre em Conservação de Ecossistemas. Ela sempre trabalhou com educação e conservação da natureza e desde 2015 é pesquisadora do programa Criança e Natureza do Alana. Neste artigo, Bebel faz um relato pessoal com dicas que irão movimentar as férias em família. Confira e se inspire!

Eu não cresci fazendo grandes caminhadas ou acampando. Tomei gosto pelas aventuras na adolescência e não parei mais. Uma das coisas que aprendi nesse processo foi que um pouquinho de técnica e planejamento pode fazer uma diferença enorme na qualidade da experiência que vamos ter lá fora.

Por isso, se você tem vontade de fazer pequenas aventuras com as crianças, minha dica é: gaste um tempo para preparar essa experiência para que ela seja bacana! Compartilhar com as crianças experiências legais e de sucesso, desde bem pequenas, ajuda a ganhar confiança, apreciação e conhecimento técnico para que elas possam ser protagonistas de suas próprias aventuras no futuro.

Essa listinha é para aqueles que querem dar esse passo – fazer uma caminhada mais longa ou acampar – mas estão inseguros, sem saber muito bem como começar e onde ir. E as fotos servem para mostrar que vale muito a pena! Você não vai acreditar o quanto pode ser  incrível!

#1 – Tenha paciência e comece agora!

P1020856Comece pelo começo! O primeiro passo é fazer seu filho gostar de andar. Isso mesmo, comece o quanto antes a desenvolver a capacidade da criança de andar distâncias cada vez mais longas. Procure fazer o máximo dos percursos diários e dos passeios cotidianos a pé e vá aumentando as distâncias percorridas gradativamente. Lembre que esse é um processo longo e contínuo. Uma criança de 7 anos pode caminhar feliz por 10 ou 12 km numa montanha, mas ela começou dando voltas no lago perto de casa aos 2 anos.

#2 – Tem que ser divertido!

P1020815As crianças gostam de fazer coisas legais, divertidas. Enquanto elas estiverem se divertindo e interagindo com você elas vão querer continuar ou fazer de novo. Conte histórias, brinque de adivinhar bichos ou pessoas, cantem juntos! Companhia de outras crianças, amigas, pode ajudar muito também. Leia mais sobre como fazer aventurinhas com outras famílias aqui.

#3 – Planeje um percurso ou uma atividade que caiba na idade / experiência da criança (e na sua também)

P1030012Não dá certo imaginar que você e seu filho de 9 anos vão escalar o Pico das Agulhas Negras em Itatiaia na primeira aventurinha juntos… é super importante pensar numa progressão. Uma aventurinha mais fácil, depois uma média e por fim uma mais desafiante mesmo! Por exemplo, se você tem vontade de acampar com as crianças, tente programar um acampamento no quintal primeiro. Talvez um vizinho ou um primo more em uma casa com uma área que acomode uma barraca. Depois, procure um acampamento com banheiro e mesa, num camping comercial. E por fim, planeje um acampamento remoto, durante uma travessia, o chamado “acampamento selvagem”.

#4 – Não desista, mesmo se a aventurinha não acontecer como você imaginou

_MG_4649Não desamine se as coisas não funcionarem bem, quando seu filho cansar ou quiser voltar. Assim como em qualquer passeio ou atividade, faz parte do jogo estar preparado para acomodar os desejos dele também. Se no meio do passeio ele quiser passar tempo brincando com o riozinho que vocês cruzaram na trilha, seja flexível e procure fazer isso acontecer. Ele vai gostar muito mais das aventurinhas se ele perceber que também tem voz na escolha das atividades.

P1020971

 

#5 – Se a vida te der limões, faça uma limonada!

A natureza é assim mesmo: pode chover, pode fazer muito frio ou muito calor, pode ser mais longe do que você imaginou, pode rolar uma picada, uma queda. Seu filho provavelmente vai ficar cansado, com fome, com um monte de picadas e você, arrependido. É hora de fazer uma parada, comer alguma coisa com calma e pensar no que fazer. A sua atitude é como uma bússola para as crianças. Se você começar a se divertir pisando nas poças d’água, elas provavelmente vão começar a relaxar também, apesar de estarem completamente molhadas! Você provavelmente não vai conseguir fazer tudo o que planejou tão bem em casa, mas tente fazer o melhor que puder em todas as situações.

#6 – Curta o tempo junto a céu aberto!

DSC_2928


Você está ao ar livre com as crianças? Então está tudo certo! Aproveite muito, porque se tudo der certo, logo, logo serão elas que estarão trazendo você para o mundo das aventuras na natureza!

 

 

 

 

Saiba mais:

Acampar na natureza: uma etapa do processo de deixar de ser criança e se tornar adolescente
Manual dá dicas para ocupar e recuperar praças