Por escolas com mais natureza e aprendizagem ao ar livre!

Levantamento identifica estratégias bem sucedidas de aprendizagem ao ar livre ao redor do mundo. Várias entidades e educadores apoiam sua implementação e expansão
Criança brincando com madeiras, sentada no chão de terra e ao ar livre. Manifesto por escolas com mais natureza

26 out Por escolas com mais natureza e aprendizagem ao ar livre!

Líderes e educadores no mundo todo têm se engajado para apoiar escolas mais verdes. Eles fizeram um levantamento para identificar boas práticas, que possam ser reproduzidas, e lançaram um manifesto por escolas com mais natureza e aprendizagem ao ar livre.

Espaços com mais natureza, onde as crianças possam brincar e aprender em contato com ela, trazem benefícios para a saúde física e mental. E também colaboram para amenizar as mudanças climáticas, especialmente em locais afetados por desigualdades e injustiças sociais e ambientais.

As evidências científicas mostram que transformar os espaços da escola em ambientes mais verdes é uma ferramenta poderosa, que melhora as habilidades sociais e cognitivas, a criatividade e o desempenho acadêmico. Vários estudos mostram, ainda, que quando as crianças têm a oportunidade de brincar, aprender e crescer em locais assim, criam vínculos com a natureza e isso faz com que desejem protegê-la.

Durante 18 meses, organizações como a Children & Nature Network, o Salzburg Global Seminar, a International School Grounds Alliance e outras instituições parceiras mapearam abordagens bem-sucedidas em todo o mundo, no projeto chamado “Lições Globais Sobre Espaços Escolares Naturalizados e Educação ao Ar Livre”. Existem, inclusive, duas iniciativas do Brasil que entraram no estudo: o movimento Quintais Brincantes e o Programa Escola Inovadora, do município de Jundiaí.

Além do mapeamento de escolas e estratégias, as organizações redigiram uma declaração na qual defendem que escolas mais verdes e com aprendizagem ao ar livre sejam implementadas, financiadas e expandidas.

Que benefícios escolas com mais natureza e aprendizagem ao ar livre promovem?

1. Espaços escolares naturalizados fomentam o brincar ao ar livre, mais potente, criativo e cooperativo, estimulando o desenvolvimento físico, a diminuição do estresse e a concentração;

2. A naturalização dos espaços escolares e a aprendizagem ao ar livre promovem a saúde mental, física, nutricional e emocional de crianças de todas as idades;

3. Trazer mais natureza para os espaços da escola permite formar ilhas de vegetação espalhadas pelas cidades. Elas ajudam a diminuir a temperatura, a poluição e a evitar enchentes, permitindo que plantas e animais prosperem;

4. Envolver a comunidade durante a elaboração e implementação desses projetos de naturalização, e permitir seu uso, proporciona espaços de brincadeira, convivência e estreitamento dos laços culturais;

5. O aprendizado ao ar livre contribui para o desenvolvimento de habilidades relacionais e emocionais, como a empatia, reduzindo o bullying e aumentando a autonomia, o cuidado com o outro, a interdisciplinaridade e a integração dos saberes.

LEIA AQUI O MANIFESTO POR ESCOLAS COM MAIS NATUREZA, COMPLETO EM PORTUGUÊS

Quer saber mais e ver os casos de todos os países? Acesse: schoolgroundgreening.org