Publicações e artigos

Guia Caminhando Juntos até a Escola

A publicação “Caminhando Juntos até a Escola”, lançada pelo programa Criança e Natureza, em parceria com a iniciativa Carona a Pé, espera inspirar as cidades, as escolas e as famílias a incentivarem a caminhada até a escola como recurso pedagógico e formativo. Este guia contém:
1) os benefícios de se caminhar pela cidade;
2) dicas para começar um grupo para levar as crianças a pé até a escola;
3) iniciativas de mobilidade a pé no Brasil e no mundo;
4) uma linha do tempo que compara mobilidade urbana e os direitos das crianças.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

Guia de Aprendizagem ao Ar Livre

Este material busca apoiar municípios e Estados no planejamento para o uso de espaços ao ar livre durante as aulas presenciais. Ele parte dos estudos de caso de três escolas do município de Jundiaí, em São Paulo, que têm empreendido esforços no caminho do desemparedamento da infância. O objetivo é ampliar as possibilidades de práticas pedagógicas em conexão com a natureza e com os territórios das cidades, para a promoção de uma infância e adolescência mais saudável e de uma cidade mais amigável às crianças e a toda a população.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

ENGLISH VERSION

VERSIÓN EN ESPAÑOL

Duas crianças andando sobre uma guia, com os braços abertos para se equilibrar. Ao fundo vegetação e uma grade verde. Sobre um retângulo verde está escrito:

Crianças descem correndo por um pequeno morro, acompanhadas por um adulto. Em destaque, sobre um fundo verde, está escrito: Guia de aprendizagem ao ar livre. Ao lado, está o logo do programa Criança e Natureza.

Planejando a Reabertura das Escolas

Considerando os benefícios que o contato com a natureza traz para a saúde integral das crianças e as medidas de segurança sanitária em face à pandemia de Covid-19, entre elas a necessidade de evitar aglomerações, as experiências de aprendizado ao ar livre podem se um dos elementos a compor os protocolos de reabertura das escolas. A publicação Planejando a Reabertura das Escolas propões alternativas para a inclusão da mais natureza nas escolas, destacando o direito de crianças e adolescentes a usufruírem experiências ao ar livre.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

ENGLISH VERSION

VERSIÓN EN ESPAÑOL

Sobre um retângulo verde está escrito: Planejando a reabertura das escolas. No canto direito está o logo do programa Criança e Natureza, em branco. Logo abaixo, um breve aviso para considerar as sugestões do documento de forma completar as recomendações oficiais da OMS. Na sequência, está escrito em destaque, na cor verde, o seguinte título: A natureza a favor do desenvolvimento saudável e integral. Ao lado, a foto de duas crianças ao ar livre.

Desemparedamento da Infância: a escola como lugar de encontro com a natureza

A obra sistematiza caminhos do processo de ressignificação dos espaços escolares como lugares potenciais para o encontro da criança com a natureza e como essa conexão pode favorecer seu desenvolvimento e aprendizado.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

ENGLISH VERSION

Infográfico: Escola é lugar de experimentar-se em movimento

capa_desemparedar

 

Histórias sobre aprender e ensinar com e na natureza

O Percurso formativo para professores, elaborado pelo programa Criança e Natureza em conjunto com a área de educação do Instituto Alana, é baseado em histórias reais, mostradas no filme O Começo da Vida 2: Lá Fora. O material traz exemplos práticos de como as escolas podem desemparedar crianças e adolescentes, incluindo mais natureza em seu dia a dia – e não apenas com fins de recreação ou lazer, mas utilizando espaços externos, e o próprio território no qual a escola está inserida, em consonância com a BNCC – Base Nacional Comum Curricular.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

Duas crianças plantam juntas, em vasos de barro. Do lado esquerdo sobre um quadro azul com flores, está escrito em letras brancas: Histórias sobre aprender e ensinar com e na natureza. Um percurso formativo para professores da educação básica.

Parques Naturalizados: Paisagens para o Brincar

A infância mudou. As crianças estão cada dia mais restritas a ambientes fechados e brincando menos ao ar livre, ao lado de outras crianças. Uma estratégias para promover o contato cotidiano entre as crianças e a natureza, mesmo em grandes cidades, consiste em transformar os espaços de brincar frequentados por crianças, em lugares mais naturais, desafiadores e ricos em oportunidades de interação. Essa estratégia também inclui a criação de parques naturalizados em áreas abandonadas ou vazias, mesmo que seu uso seja temporário, e neste material você irá entender quais as vantagens e características desse conceito de parque.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

parques naturalizados

Cidades para brincar e sentar: uma mudança de perspectiva para o espaço público

A publicação apresenta um passo a passo do processo de intervenção no espaço público nas cidades de Griesheim e Brühl, que levou em conta a participação e os interesses de crianças, idosos e de quem tem mobilidade reduzida. O texto detalha as etapas do planejamento e a identificação de rotas relevantes, mapeadas por crianças e idosos, que resultaram na escolha dos locais para a instalação de objetos para brincar e sentar, nas duas cidades alemãs.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

Cidades_sentar_brincar

Cidades mais ricas em natureza – entrevista com Richard Louv

Esta entrevista traz temas relevantes sobre a relação da criança com a natureza e apresenta também experiências inspiradoras que podem contribuir para que as cidades brasileiras se tornem mais ricas em natureza. Com o intuito de contribuir com o tema entre os gestores públicos, as perguntas foram formuladas pelo GT Criança e Adolescente da Rede Nossa São Paulo para o jornalista norte-americano Richard Louv, autor do best-seller A Ultima Criança na Natureza.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

A brincadeira e o brinquedo precisam do plástico?

Informativo produzido pelo Instituto Alana, com apoio dos programas Criança e Natureza, Território do Brincar e Criança e Consumo, contendo alternativas para  brincar com elementos naturais e favorecer o desenvolvimento e a saúde das crianças e do meio ambiente.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

a brincadeira e o plástico

Benefícios da Natureza no Desenvolvimento de Crianças e Adolescentes 

O Manual, elaborado pelo Grupo de Trabalho em Saúde e Natureza – parceria do programa Criança e Natureza com a Sociedade Brasileira de Pediatria, visa orientar e inspirar famílias, pediatras e educadores a respeito da importância do convívio de crianças e adolescente em meio à natureza para a saúde e bem-estar.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

ACCEDA EL CONTENIDO COMPLETO EN ESPAÑOL

manual_orientacao_sbp_cen-01

Obesidade em crianças e adolescentes: uma responsabilidade compartilhada

A obesidade é uma doença multifatorial que afeta, atualmente, 124 milhões de crianças e adolescentes em todo o mundo. O cenário no Brasil não é diferente e segue as tendências mundiais, em especial as que se referem aos países em desenvolvimento, onde a epidemia de obesidade tende a se agravar nos próximos anos. Entendendo o assunto como uma importante questão de saúde pública, o Instituto Alana e o Instituto Desiderata, com o apoio de outras organizações parceiras, lançaram o infográfico Obesidade em Crianças e Adolescentes: uma responsabilidade compartilhada.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

OEBSIDADE_CAPA

Artigos Conexão Planeta

Confira os artigos que produzimos para o site sobre temas da infância e da importância da re-inclusão das crianças na natureza.

Laís Fleury

Bebel Barros

Paula Mendonça

Raika Julie Moisés

conexão planeta

A Última Criança na Natureza

O livro  apresenta uma abrangente síntese de pesquisas que relacionam a presença da natureza na vida das crianças com seu bem estar físico, emocional, social e acadêmico.

Seu autor, Richard Louv, jornalista e fundador do Movimento Criança e Natureza, cunhou pela primeira vez o termo Transtorno do Déficit de Natureza (TDN) e chamou, assim, a atenção da comunidade internacional para o impacto negativo da falta da natureza na vida das crianças.

Além de alertar para o tema, o livro oferece soluções práticas e simples para restabelecer a conexão entre a criança e a natureza. Muitas são aplicáveis em nosso próprio quintal. Esse trabalho catalisou um grande movimento nos Estados Unidos, que rapidamente alcançou outros países.

A criança na natureza é uma espécie em extinção
A saúde da criança e a saúde do planeta são inseparáveis

A Última Criança na Natureza já foi traduzido para 15 idiomas, publicado em 20 países e ultrapassou a marca de 500 mil cópias vendidas. O Instituto Alana traduziu o livro para o português e, assim, pretende ampliar significativamente o alcance dessa mensagem fundamental para a compreensão e o tratamento do tema criança e natureza no mundo.

[[ COMPRE AQUI ]]