Desemparedamento da Infância: a Escola como Lugar de Encontro com a Natureza

livreto_lancamento

16 abr Desemparedamento da Infância: a Escola como Lugar de Encontro com a Natureza

Obra sistematiza caminhos do processo de ressignificação dos espaços da escola para o desenvolvimento e aprendizado da criança com a natureza

Estudos recentes apontam que ambientes ricos em natureza, incluindo as escolas com pátios e áreas verdes, praças, parques e espaços livres para o brincar, ajudam na promoção da saúde física, mental e no desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais, motoras e emocionais das crianças. Este foi o ponto de partida para que o programa Criança e Natureza, do Alana, desenvolvesse a publicação ‘Desemparedamento da Infância: a Escola como Lugar de Encontro com a Natureza’, que será lançada dia 7 de maio, às 14h, no Espaço Itaú Cultural, em São Paulo.

ACESSE A PUBLICAÇÃO GRATUITAMENTE

Pelos quatro cantos do Brasil e do mundo, já existem experiências de escolas que permitiram que as crianças aproveitassem os pátios escolares e outros territórios educativos como ambientes de aprendizado e brincar livre. Esses exemplos são apresentados na publicação e colocam às escolas uma reflexão importante sobre como contribuir para mudar a atual realidade e desemparedar a infância.

“Urge pensarmos no desemparedamento da infância para que todas as crianças possam ter um desenvolvimento saudável e com maior liberdade nos espaços abertos das cidades. Por isso nos inspiramos nos conceitos proposto por especialistas em diversas áreas da infância, para sistematizarmos alguns caminhos para promover a resignificação dos espaços escolares como local potente para o aprender com e na natureza. Queremos reverberar essas ideias para ampliar as possibilidade de conectar a educação com a vida que pulsa do lado de fora”, comenta Laís Fleury, diretora do programa Criança e Natureza.  


SAIBA MAIS:

‘Desemparedar a Infância’ é o tema do II Seminário Criança e Natureza

Nossas principais ações ao longo de 2017