Nossas principais ações ao longo de 2018

capa_retrospectiva

21 dez Nossas principais ações ao longo de 2018

2018 foi um ano de muito trabalho, realizações e parcerias para o Criança e Natureza! Encerramos o ano com a sensação de que o movimento de pessoas que, assim como você, entendem a importância de uma infância rica em natureza, cresce a todo dia.

Ao longo de todo este semestre compartilhamos entrevistas, pesquisas, vídeos e livros. Nosso desejo é que esses materiais possam inspirar cada vez mais ações e projetos que contribuam para o bem estar da infância e para a saúde do planeta. Visite o nosso acervo para ter acesso a todo este conteúdo!

Desejamos para todos mais vida ao ar livre, mais momentos coletivos do lado de fora, nas ruas, praças, parques e outros tantos locais existentes nas cidades. Vamos juntas e juntos, 2019 está chegando!

Confira nossa retrospectiva:

Ruas de Lazer 1

As vidas nas cidades e o acelerado processo de urbanização têm evidenciado modelos de sociedade marcados por uma verdadeira privatização do espaço público. Garantir que eles existam minimiza os impactos da escassez de tempo e da vida cotidiana entre muros, tão comuns hoje em dia.

capa_desemparedar

 O contato com a natureza é grande aliado no crescimento e desenvolvimento da criança. Ambientes ricos em áreas verdes, como as escolas com pátios, praças, parques e espaços livres para o brincar, promovem saúde física, mental e ajudam o desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais, motoras e emocionais durante a infância. Como estímulo ao contato com a natureza e, principalmente à maior presença de áreas verdes naturais nas escolas, o Criança e Natureza, programa do Alana, desenvolveu a  publicação Desemparedamento da Infância: a Escola como Lugar de Encontro com a Natureza’, que inova ao discutir como propiciar mais contato com a natureza no cotidiano escolar de maneira leve e prática. Ficamos muito felizes em poder levá-la para cerca de 180 escolas públicas em 26 estados brasileiros, e também para representantes de 17 países.

Atualizamos a série Inspirações, uma coleção vídeos curtos com especialistas que tem como objetivo sensibilizar e fomentar práticas, pesquisas e conversas a respeito da importância de crescer e brincar em meio à natureza para o desenvolvimento físico, emocional, intelectual e humano de toda criança. Os quatro novos vídeos, filmados na Green School de Bali, falam sobre infância, natureza e tecnologia.

 Seminário Latino-americano Criança e Natureza

Cercado de verde e às margens da represa Billings, em São Paulo, o Sesc Interlagos foi o cenário do Seminário Latino-Americano Criança e Natureza – cidades mais verdes, infâncias urbanas, que aconteceu nos dias 6 e 7/06. Especialistas latino-americanos – Argentina, Brasil, Chile e Peru – nas áreas de educação, saúde, urbanismo e gestão pública debateram caminhos para fortalecer o contato das crianças com a natureza. Palestras, relatos de experiências e oficinas com ferramentas de intervenção urbana envolveram os mais de 200 participantes de forma ativa na construção desse importante debate. O Seminário foi uma correalização com o Sesc SP, integrando inclusive sua programação oficial, e contou com o apoio da International School Ground Alliance (ISGA).
Em agosto, realizamos nosso 1º Encontro Regional em Florianópolis, com um caráter inovador, por ter sido inteiramente experiencial. Em parceria com a Cria que Voa, coletivo de organizações que desenvolvem ações e atividades de aprendizagem e lazer com as crianças, os participantes do encontro visitaraminiciativas locais que já trabalham de maneira criativa com o estímulo à conexão da criança com a natureza.
Também participamos do IX Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação (CBUC), também em Florianópolis, para o qual tivemos o prazer de levar Cheryl Charles, cofundadora da Children & Nature Network (EUA). Cheryl falou para uma audiência bastante diversa sobre a história do movimento mundial que busca reconectar as crianças e a natureza. Fizemos parte também da mesa sobre o ecoturismo como estratégia para a conservação de áreas protegidas, na qual exploramos o papel das unidades de conservação nas experiências das crianças com – e na – natureza. Foi a primeira vez que esse tema foi pautado no CBUC, a maior conferência de áreas protegidas no Brasil. 
Ainda no mês de agosto, em parceria com o Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), participamos do V Seminário Internacional: A Educação Medicalizada, realizado em Salvador pelo Fórum de Medicalização da Educação e da Sociedade, ministrando o mini-curso “Natureza e (des)Medicalização: práticas em educação e saúde mental”. Constatamos que a natureza está  ganhando força e legitimidade numa área fundamental que é a saúde na infância.
Já o Encontro de Natal, em outubro, foi realizado em parceria com o Instituto Casa D’Água e o Museu da Memória Afetiva, e deu luz a iniciativas que sensibilizam a relação de pertencimento entre as pessoas e seus territórios, abordando a cidade como espaço educativo.
unnamed (6)
Participamos em novembro da 9ª conferência da International School Grounds Alliance (ISGA) em Yokohama, no Japão, onde contribuímos com uma perspectiva sobre o papel da natureza nos pátios escolares brasileiros, e visitamos muitas escolas locais que têm o mundo natural como cerne na concepção de seus espaços.